sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

There is no silver bullet

Esta frase é muito antiga na engenharia de software e diz muito. A "bala de prata" refere-se a uma solução única e definitiva para a fonte geradora de todos os problemas.

Apesar de ser um tópico conhecido, é impressionante como essa bala é perseguida com afinco, gana e muita vontade, mais ou menos como o pote de ouro no fim do arcoíris (daí a brincadeira com o título desse blog :-D).

Para incrementar o caldo, o mercado de uma maneira geral, distorce a produção de software, vendendo que as fábricas de software podem produzir em série. Porém um pequeno detalhe não é dito de forma clara: Produzir software é muito mais a criação de uma receita do que executar receitas prontas (vide: Lean Software Development: An toolkit). Ou normalmente as fábricas de software produzem vários "sistemas de contabilidade"?

Por outro lado, os compradores de serviços de produção de software, não sabem comprar o valioso produto. Aproveito para insistir em um ponto: a culpa é de quem vende software! Assim, em diversos casos o que vemos é a compra de software "a quilo" disfaçadas pelo formato de negócio bodyshop.

O avanço nas técnicas e ferramentas disponíveis no mercado cada vez mais caminham para oferecer resultados tangíveis o mais rápido possível, evitando atividades e trabalhos desnecessários. COntudo o que tenho visto é uma tentativa de fazer tudo da mesma maneira que sempre feito. A tal bala de prata.

* * *

Este post com uma tempestade de informação é o reinício de atividades neste blog. Espero que gostem.

Abraços,

Wesley

Um comentário:

Claudio Pires' Works disse...

O foco deveria estar no processo, não?! Porque problemas no processo costumam gerar defeitos nos produtos, insatisfações no cliente, bugs nas "fábricas" de software e descontentamento de profissionais de TI...hehehe! ;-) Belo reinício das atividades de seu blog...capricha!